domingo, 28 de setembro de 2008

Paixão a primeiro ônibus

Eu entrei no ônibus e ele estava ali, será que entrei sem sequer pedir a menor licença?Ele de blusa azul e com os olhos olhava o que eu não sei, olhos de águas vindas de outros oceanos.
Ele me olhou? Quem sabe...
Quem sabe com ele, eu veria as tardes que sempre me passaram como imagens, como invenção e se eu não posso ter eu fico imaginando, eu fico imaginando.
Virá com ele que entrega, assim virá que eu vi ou ele me espera, virá pois ele estava ali.
Ele amou o que estava ali, ou será que foi dele o que eu já amei? Como os laços fixos de uma residência. Com os olhos olhava o que eu lembrei quando estava indo em outra direção.
Ele me olhou?Vem...
Quem sabe com ele, eu veria as tardes que sempre me faltaram como miragens, como ilusão.
E se eu não posso ter eu fico imaginando, eu fico imaginando.
Virá com ele que entrega, assim virá que eu vi.Virá ou ele me espera, virá pois ele está ali.
Eu desci e ele ficou ali ou será que fui eu que ali fiquei? Com os passos mudos de uma reticência...

8 comentários:

Michelle disse...

a paixão se parece mesmo com uma reticência bem longa,e depois vem uma exclamação e logo mais uma interrogação.
gostei!

Carolina disse...

Os sonhos são como uma bússola, indicando os caminhos que seguiremos e as metas que queremos alcançar. São eles que nos impulsionam, nos fortalecem e nos permitem crescer.

São eles que nos levam a situações, como essa do onibus, são eles que nos fazem sofrer as vezes..

Mas, são eles que não nos permitem desistir de continuar uma busca..

Talvez, ele não nunca seja o "certo" pra você,talvez não agora..talvez ele seja o certo pra "ela"...

Hold on!!!

Pois a pessoa certa pode estar a um onibus de distancia...

carlinha.... disse...

é amiga...o que vc escreveu é lindo e eu sei q tudo isso saiu do seu coração.como vc disse as nossas aventuras não estão dando mto certo...e concerteza vamos superar essa.
não é um onibus...
não é um cara lindo...
não é um frio na barriga...
não é um primo de uma amiga..
que vão nos fazer desistir de tentar ser feliz...
enquanto isso,agente vai tentando né amiga

kathleen disse...

ahhh rapha...amar nunca é d+
Além do que vc conseguiu concretizar em pleno séc. XXI,na cidade das mangueiras,uma bela obra da literatura:5minutos...
Sim amigah!"non ti scordar di me"
Tirando as brincadeiras ...lembre-se q nada é por acaso,e que a vida é uma "caixinha de surpresas"
E entenda q essas surpresas nos são apresentadas aos poucos,como um mistério infinto...
Essa história ainda vai ter continuação...."reticências"
(entende?)

luana disse...

quem diria que o "melhor" onibus da cidade nova traria tantos suspiros... é amiga só tenho uma coisa a dizer... é o amor....!!!!!

Raphaela Gonçalves disse...

Ai queridas.. mto obrigada pela força!!!

Super Rapha ativar!!!!!

bju.

Jana disse...

Me lembrou alguma música do Skank.
Só não sei qual.

De qualquer jeito, a vida é mesmo assim: quando a gente menos espera, ela nos dá uma rasteira e nos derruba: às vezes no chão; às vezes no colo de alguém.

Mas se for amor, sempre vale a pena.

Abraço
:)

Marcus Vinícius disse...

fofa, o amor é linda até mesmo quando fica no olhar ou no sentimento platônico e merece reticências porque pode não ser ainda a hora de colocar um ponto final nessa história que ainda tem o que contar. O que importa para mim é que sua protagonista seja muito feliz e que seja amada por alguém a mereça e veja o quanto ela é doce, especial, amiga, bondosa e simpática.

beijs