terça-feira, 25 de agosto de 2009

viver.


O que eu preciso é de vida. Eu sou livre, mas me tornei uma escrava das convenções sociais.

Mas eu quero viver.

Eu quero sair pra ver o mar, eu quero ver pra confirmar, quero poder dizer que é verdade.

Eu preciso vivenciar, viajar. E preciso de coragem e provar.

Também sonho com alguém pra me acompanhar e compartilhar um turbilhão de sensações.

Eu só quero olhar pro céu, contar infinitamente quantas vezes a estrela mais bonita brilhou...eu quero ouvir uma boa música que fale de nós.

Eu quero te abraçar e sentir o vento balançar o teu cabelo.

Eu penso em ajudar alguém, em levar um sorriso para um rosto. Eu penso em fazer algo. Eu queria fazer tudo. Mas agora eu quero viver.


3 comentários:

Tyaguim disse...

"eu quero ouvir uma boa música que fale de nós."

Muito bacana...

Viver sem música seria como perder um dos sentidos!

Raphaela Gonçalves disse...

É verdade. Música é o alimento da alma. Obrigada por destacar!

Marcus Alencar disse...

Viver é isso mesmo, se lançar no incerto, no escuro para buscar sensações novas que nos façam tirar as amarras das convenções sociais que só sabem reprimir os nossos impulsos.

Viva e deixa a música tocar sem parar, acompanhe o ritmo como se todos os passos de dança fossem os mais especiais da sua vida.